Março - 16 - Sábado

E para que os gentios glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito: Portanto eu te louvarei entre os gentios, e cantarei ao teu nome.
Romanos 15:9

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DOS SALMOS (Leia Salmo 18:30-50)

  O Senhor Jesus Se agrada em nos trazer o conhecimento de Seu Deus, cujo caminho é perfeito e cuja Palavra é provada (v. 30; Provérbios 30:5). Na primeira parte deste Salmo, Ele nos ensinou por Seu exemplo a que clamemos a Deus em nossas aflições. Aqui Ele nos ensina a dependermos de Deus em nosso andar (vv. 33, 36), e em nossos conflitos (vv. 34-35, 39).

  Sabemos, por experiência, o que é andar sobre nossas alturas (Habacuque 3:19)? De um lugar privilegiado podemos desfrutar de uma visão bastante ampla (Isaías 33:17). Pense no lugar de observação que nos é oferecido no final deste Salmo. Nossa visão é levada ao futuro, ao tempo em que Deus destruirá todos os inimigos de Seu Filho. Já vemos no horizonte o raiar de Seu reinado. Ele será estabelecido Príncipe sobre Seu povo Israel, mas também Governante sobre as nações. Um hino expressa isso com muita propriedade: “Glórias ao Senhor Ungido… Ele veio para quebrar a opressão, para libertar os cativos, para afastar a transgressão e governar em equidade”.

  As nações O louvarão durante Seu reinado, para a glória de Deus. Mas nosso privilégio é fazer isso agora mesmo, pois fomos escolhidos entre as nações para louvar Seu nome! (v. 49; Romanos 15:9). Não O privemos de nosso louvor.